Cada vida é sensível ao amor ...

Subscribe:

Ads 468x60px

Featured Posts

O saber é um meio de aprimorar o ser humano!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

No meu Silêncio - Preciso de Você!!

Em reflexão do ano de 2017, as palavras são GRATIDÃO e AMOR. 
Gratidão por tudo que me foi presenteado, a DEUS, pela "vida", a SHIDHA, à ORDEM DA COROA, pelo entendimento a tudo o que está acontecendo, pela "Razão Plena", por "ELE". 
Amor pela Simplicidade, pelo Serviço, pela Missão, pelo Sutil, pelo Belo, pela Vida, por "ELE". 
E assim AMAMOS...Namastê!

Lembro que em 2012 escrevi:

"No meu silêncio, na minha solidão, busco em você a sintonia, a vibração, a Realidade. Preciso de você! Recolhida no meu universo, em reflexão, a Realidade está dentro de mim. Sinto a percepção! Preciso de você! Medito, sinto, percebo! Preciso de você! Na minha infantilidade busco você! Tudo é real! A ilusão é a Realidade! Preciso de você! Preciso de você! Preciso da realidade contida dentro deste Universo que está dentro de mim! "

Repito com as mesmas palavras, essas que ficaram "plasmadas", sinto hoje essa mesma sensação... "Preciso de você" ... 


A FLAMA DO AMOR - Por RUMI

"Ah!, tua Beleza tão sublime move nossas almas a dançar."

"... o amante que deixa de sentir as "esporas do amor" é "como um pássaro que perdeu as asas". É a "doce loucura" do amor que favorece a percepção do brilho do Sol de Deus. Mas não há como explicar o que o amor significa, só no calor da paixão e da intimidade ele revela o seu profundo significado:

"Por mais que se descreva ou se explique o amor,
Quando nos apaixonamos envergonhamo-nos de nossas palavras.
A explicação pela língua esclarece a maioria das coisas,
Mas o amor não explicado é mais claro.
Quando a pena se apressou em escrever,
Ao chegar ao tema do amor, partiu-se em duas.
Quando o discurso tocou a questão do amor,
A pena partiu-se e o papel rasgou-se.
Ao explicá-lo a razão logo empaca, como um asno no atoleiro;
Nada senão o próprio Amor pode explicar o amor e os amantes."

É a chama do amor que mantém a perseverança dos buscadores, é ela que incita os amorosos e faz despertar no coração o "perfume do Sedutor". Não há como esconder o seu segredo, pois o Amor "levanta a cabeça, como um estandarte, e diz: Vês, eu estou aí". O Amor é, antes de tudo, "luz sobre luz", um "oceano cuja profundidade é invisível". Ao falar sobre o seu mistério e charme "o céu canta". O Amor é chama ardente que "faz o mar ferver como uma chaleira", "estilhaça a montanha", "fende o céu" e "faz tremer a terra", mas permanece sempre "doçura".


quinta-feira, 21 de setembro de 2017


Meditando... meus pensamentos sinto o sonho dessa melodia que me envolve fazendo-me acreditar no AMOR que irradia do meu coração e se expande em ondas, ondas e mais ondas...esta poesia sou eu hoje...me sinto feliz em AMAR, mesmo que distante, eu AMO.


Que a força do medo que tenho
não me impeça de ver o que anseio
que a morte de tudo em que acredito
não me tape os ouvidos e a boca
porque metade de mim é o que eu grito
masa outra metade é silêncio

Que a música que ouço ao longe
seja linda ainda que tristeza
que o homem que eu amo seja pra sempre amado
mesmo que distante
porque metade de mim é partida
mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que falo
não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
apenas respeitadas como a única coisa
que resta ao ser inundado de sentimentos
porque metade de mim é o que ouço
mas a outra metade é o que calo

Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz que eu mereço
que essa tensão que me corrói por dentro
seja um dia recompensada
porque metade de mim é o que penso
mas a outra metade um vulcão

Que o medo da solidão se afaste
e o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso
que me lembro ter dado na infância
porque metade de mim é a lembrança do que fui
mas a outra metade não sei

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
pra me fazer aquietar o espírito
e que o teu silêncio me fale cada vez mais
porque metade de mim é abrigo
mas a outra metade é cansaço

Que a arte me aponte uma resposta
mesmo que ela mesma não saiba
e que ninguém a tente complicar
porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
porque metade de mim é plateia
a outra metade é canção.

Que a minha loucura seja perdoada
porque metade de mim é AMOR
e a outra metade também.

Fada do Amor

domingo, 17 de setembro de 2017

Reencontros...


A mais nobre paixão humana é aquela que AMA a imagem da Beleza Superior em vez da ilusão material. O maior prazer está na contemplação ao Eterno!

Reencontros...almas eternas que vamos esbarrando aqui nesta vida tridimensional...o magnetismo entre essas almas fica cada vez mais forte quando reencontram-se neste mundo físico. Sua energia alimenta, não precisa dizer, informar, nem relatar... alimenta e ama, sem toques físicos. 

A Beleza que sentimos um pelo outro cada vez é mais clara, sensível, delicada, meiga, doce...como as flores que existem na mais perfeita e bela construção pintada e desenhada...

Sinto infinitamente sua beleza, sua alegria, seu amor e sua força pela vida eterna, pelo outro e por todos nós, encantando com seu sorriso.


Meu novo AMOR que faz vibrar todos os dias o meu encantamento por sua Alma ...perdida fico em pensamentos eternos, sentindo que estamos ligados e vibrando na mesma sintonia, meditamos, sim, estamos conectados e vibrando na mesma frequência ... esse AMOR é forte e sólido, sem equívocos com a matéria da paixão...é o AMOR que transcende...é o AMOR DOAÇÃO. 


Serena estarei te esperando um dia ... 


Fada do Amor





segunda-feira, 12 de junho de 2017

Amo-te


Minha saudade cada vez fica mais madura, harmônica e disciplinada...a compreensão da distância física acontece claramente...a pureza do sentimento dentro do coração é a realidade. Somos "um" nesta Unidade.

Nossos pensamentos e sentimentos são nossos...

Gratidão ao BELO e BOM ensinamento que trago em minha essência até os dias de hoje.

Se eu viver eternamente. E todos os meus sonhos se tornarem realidade. Minhas lembranças do AMOR serão sobre VOCÊ.

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo!

Fada do Amor



sábado, 29 de abril de 2017

A entrega Sublime



Me entrego aos pensamentos e sentimentos mais sublimes que tenho por Ti, desejando a eterna sabedoria que só existe no seu plano ... Serei sua eterna parte divina...Serei sua eternamente!
Sinto a vibração e o frescor da aurora que ao nascer em Ti desabrocha o perfume do seu Ser...
Amar-te me faz crescer, expirar e nascer ... 
No espaço/tempo em que todos os astros dançam, somos infinitas partículas que se unem na formação do Uno, que é o Belo, o Bom e o Justo aqui plasmado em nós.
Meu coração está em Ti e a sua Imanência está em mim ... e assim vou caminhando com a Beleza da música que escuto e que me faz subir até Ti.
O agradecimento será eterno por me plasmar aqui no espaço/tempo que me faz pensar sempre em Ti.

Eu, Fada do Amor

sexta-feira, 28 de abril de 2017


Seja bom filho e bom pai, solícito irmão e amoroso esposo.
Escolha, como amigos, aqueles que possuam virtudes, deles te aproxima e com eles conviva, escutando-lhes os conselhos...
E, se, teu amigo, ao te aconselhar um dia for muito rigoroso, perdoa-o, porque a emoção, às vezes, domina a razão...
e dominar as paixões, subjugá-las e vencê-las, é dom que deves querer alcançar.
Seja casto, sereno e ativo...
Que nunca a cólera te domine, nem o mal em ti prevaleça.
Sozinho, ou em público, mantenha iguais atitudes, tributando, a ti mesmo, o devido respeito.
Seja, no falar e no agir, justo e prudente.
Ame a vida, mas lembra-te da morte, sem jamais esquecer que as honrarias, fáceis de adquirir, são, também, fáceis de perder.
Dos dissabores que o destino te traz não reclames nem blasfemes...suporta-os com serenidade e nos Deuses confia, pois assim agindo, aos Deuses agradarás.
Tanto a Verdade como o Erro tem os seus admiradores e seguidores... e quando o Erro avança e domina, o Sábio recua...e vela.
O Sábio adverte com rigor ou aconselha com amor.
Assim, grava em teu coração as palavras que proferes.
Não tenhas preconceito algum, e, no entanto, analisa bem os atos alheios ao mesmo tempo em que julgas os teus, porque ambos são falíveis e revestem-se de erros.
Só o insensato fala sem pensar, só a ele é dado agir sem calcular.
Contempla no presente o passado e o futuro.
Faze apenas aquilo que souberes, instruí-te sem pressa para bem aprender porque a sabedoria nasce do tempo e do empenho.
Cuida da tua saúde, que é precioso tesouro, dando a teu corpo o alimento e à tua alma o repouso.
Seja moderado em tudo, lembrando-te que o excesso prejudica mais que a falta.
Afasta os extremos do luxo e da avareza, pois é no meio que reside o bem. 

Um Filósofo 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Momento



Doce é o nascer
Da mais doce Terra;
Clara, serena e frescor dos céus.
Para mais valiosos poderes
Mande antes suas flores
Das quais ela (a Terra) o perfume purifica.
A alma do homem
Dirige-se para um plano,
Guiada por Deus e deuses,
Que corretamente lideram
Cada cavaleiro cansado
Dos períodos escuros.

Imutáveis,
Inescrutáveis,

Eram todas as estradas do tempo antigo,
Agora todo sinal
É cristalino,
E todo caminho é ouro.





quarta-feira, 5 de abril de 2017

Feliz Equinócio de Outono! Feliz Ano Novo!

O Equinócio de Outono marca o momento em que a natureza está preparada para oferecer os produtos gestados.

Folhas caem ao vento
É chegado um novo tempo
Tempo de adormecer.
A morte para o renascimento
A luz para o amadurecer
Semeamos ao longo da vida
os grãos que colheremos um dia
Tudo tem fim e se reinicia
O fim da colheita se aproxima.
E após o semeado colher
é hora de novamente semear
O ciclo da vida não cessa
É a Roda da Vida à girar
Está então em suas mãos
Refletir sobre os caminhos
que os seus pés trilharão
Por onde já pisou?
Por onde quer pisar?
Escolha consciente dos passos que dará
No Outono terás tempo, de refletir, silenciar
Resgatar as forças, para o tempo que virá.
Viva esta aprendizagem, para a vida transformar
E agradeça à própria VIDA por nova Vida lhe dar.


quinta-feira, 23 de março de 2017

O Homem Novo

Hoje vi o 
Homem Novo...

Bendita imagem que me chegou vinda do futuro, carregada de sabor do passado, para me fazer sonhar com o que alguma vez foi, com o que ainda é discretamente e com o que voltará a ser inexoravelmente, claramente, limpidamente.
Quando o vi, me dei conta de que o Homem Novo não é novo. Pelo contrário, é tão antigo como os primeiros arquétipos da humanidade, mas carrega nele a eterna juventude da alma, a eterna capacidade de lançar-se para frente, de sonhar, de buscar melhores horizontes e empregar todas as suas energias a serviço de suas aspirações.
O homem novo não tem idade... tampouco tem novidade... Sua força reside em ser simplesmente jovem, como os Deuses das distantes mitologias, como aqueles heróis sagrados que haviam bebido na taça de Hebe Olímpica e desconheceram então o tempo que passa e desgasta.
Tenho visto no Homem Novo algo que não varia nunca, algo com sabor eterno, com a segurança do que é válido, mas com o pulsar inconfundível do que está vivo.
E tenho advertido que o Homem Novo está vivo porque é um homem íntegro. Não há nele a dicotomia do corpo e alma, não se inclina nem pela defesa deste, nem pela negação da outra, ambos os elementos estão com ele, ambos os elementos o fazem Homem.
Se tivesse sido apenas corpo, seria como uma máquina lançada ao mundo; se apenas espírito; assemelharia a uma enteléquia dissimulada nas nebulosidades do pensamento. Mas, o vi completo, ativo, senhor de um corpo são, que obedece e responde a um espírito superior.
Tem comprovado que o Homem Novo cuida com atenção do seu corpo e da sua alma. É forte, é saudável, é belo, é jovem...E tem um ser interior proporcional ao exterior. É educado porque aprendeu que os maiores mistérios se conhecem com a alma aberta e com a mente serena, desfez as formas vazias da memória e inclinou-se por uma sabedoria consciente, imbuído em si mesmo tanto e tão completamente como a menor das células. Pratica o “conheça-te a ti mesmo”, e esta chave tem-lhe permitido abrir as portas da Natureza, através da lei de analogias.
Maravilha no Homem Novo sua delicada sensibilidade, não é frio como poderia supor-se. Pelo contrário, tem unido inteligentemente o “ethos” e o “esthetos” dos gregos: quanto melhor, mais belo. Cultua a beleza e a moral, o brilho da virtude é o brilho do seu olhar, é fulgor em seus gestos e soberania em todas as suas atitudes. Reconhece o ambiente que envolve seu coração e ama sem limites, desinteressadamente. Faz tudo a seu Novo Modo de Homem Novo. O egoísmo é planta erradicada de seu jardim interior.
E onde este Homem Novo leva a inteligência e o coração? O vi somar suas experiências, as da razão e as da sensibilidade e, o vi, então, inclinar-se fervoroso ante o mistério do Cosmos, abrindo seu ser ao Deus ignoto que ilumina desde o infinito. A fé é o ingrediente imprescindível a este homem que anseia descobrir o enigma da vida, e sabe que para encontra-lo terá que recorrer a novos e poderosos elementos, que vão mais além de sua compreensão limitada das coisas, por isso tem desenvolvido sua fé, por isso tenho visto a mística poderosa deste Homem Novo.
E acredito ter comprovado que o Homem Novo sabe de onde vem e para onde vai, a história não o atemoriza nem o inibe, ao contrário, o acompanha e aconselha. É consciente do seu momento atual e não rechaça sua sorte, se alegra com as grandes conquistas e se esforça em corrigir os erros. Não é passivo na busca do seu próprio prazer: o Homem Novo aprendeu a escolher e a comprometer sua vida nesta escolha. O dever o chama à ação, como a terra chama à água.
Eu o vi bilhar como uma pedra preciosa; nada pode empalidecer-lhe o brilho. E quando os ventos da vida, às vezes cobrem-no de lodo, o tenho visto lavar-se nas águas de sua própria vida, e voltar a brilhar como no início. A seu lado nada é escuro, nada é sujo, nada é temível. Seu olhar é uma espada e suas mãos são arados.
Hoje vi o Homem Novo... o vi passar e o chamei, porque eu também me sentia só... Porém, ao voltar-se para mim, transfigurou-se num exército de ouro, uma mão era árvore de todos os Homens Novos que se foram, e a outra, floresceu em imagens daqueles outros que virão.
(Délia Steinberg Guzmán)




Sensibilidade da vida ...

Cada vida é sensível ao amor. As expressões de vida mais inconscientes como as flores e as árvores compreendem se as amamos ou não ... Fada do Amor!!

Silfos

Silfos
"Eu vos saúdo, Silfos, Que constituís a representação do ar e dos ventos, Portadores das mensagens para toda a terra, Eu deposito em vós a minha imensa confiança, Pois meus pensamentos são sempre positivos, Voltados para o amor de todas as coisas existentes. Fazei de mim a imagem do esplendor da luz. Fazei deste pensamento, meu milagre! Mestres do ar, Eu vos saúdo fraternalmente." Fada do Amor!