Cada vida é sensível ao amor ...

Subscribe:

sábado, 6 de junho de 2015

Autorrealização




Podemos reconhecer as pessoas autorrealizadas pelas seguintes qualidades: são altruístas, transcendentes, solidárias, responsáveis, sociáveis. Elas têm uma percepção superior da realidade, espontaneidade, criatividade, e não dependem da opinião alheia. Determinam as leis de sua própria natureza interior e são pessoas maduras interiormente.
Ao contrário, as pessoas que não saem do círculo de suas necessidades básicas estariam em um estado patológico que é definido como infância.
As pessoas sãs, maduras, sentem-se motivadas principalmente por tendências para a autorrealização e por suas capacidades e potencialidades: talento, missão, vocação, destino, autoconhecimento, tendência à unidade, solidariedade, integração e defesa dos valores supremos. A necessidade e o desejo continuam, porém em um nível mais alto.

Definimos também diferentes graus ou escalas de prazer e de amor.

No prazer teremos:
1-                     O prazer da escassez : uma vez que se sacia essa necessidade, produz-se um alívio da tensão; esse prazer é pouco estável e duradouro; surge da escassez ou da necessidade satisfeita.
2-                     O prazer superior da produção, Criação e aprofundamento: quando realizado, gera êxtase e serenidade; surge da Plenitude ou do desejo de dar.

No amor teríamos:
1-                     O amor de ser: é um amor altruísta, onde o importante é dar; não é possessivo, é admirador, agradecido, nos faz crescer. Pode-se compará-lo à experiência estética ou mística. Tem efeitos profundos e amplos na pessoa, propicia uma experiência elevada e rica.
2-                     O amor deficiente: é um amor egoísta que surge da carência, da necessidade de receber; pode ser satisfeito, porém produz ansiedade e hostilidade como consequência dessa dependência.

O primeiro é mais independente, menos ciumento, mais desinteressado, mais generoso; esforça-se em ajudar o outro em sua autorrealização.

Fonte: Revista Esfinge - Dolores Villegas

0 comentários:

Postar um comentário

Sensibilidade da vida ...

Cada vida é sensível ao amor. As expressões de vida mais inconscientes como as flores e as árvores compreendem se as amamos ou não ... Fada do Amor!!

Silfos

Silfos
"Eu vos saúdo, Silfos, Que constituís a representação do ar e dos ventos, Portadores das mensagens para toda a terra, Eu deposito em vós a minha imensa confiança, Pois meus pensamentos são sempre positivos, Voltados para o amor de todas as coisas existentes. Fazei de mim a imagem do esplendor da luz. Fazei deste pensamento, meu milagre! Mestres do ar, Eu vos saúdo fraternalmente." Fada do Amor!